Corredor Cultural fecha 2018 com ensaio aberto de carnaval e shows de Luiza Nobel e Seu Pereira e Coletivo 401 (PB)

Em sua última edição de 2018, o projeto Corredor Cultural Benfica já declara aberto o carnaval no bairro e encerra sua programação com shows de black music cearense e rock paraibano de múltiplas influências. O quarto domingo do evento será dia 9 de dezembro, trazendo mais vida ao fim de semana no bairro universitário e promovendo atrações gratuitas e abertas a pessoas de todas as idades, das 7 da manhã até as 21h.

O trânsito será novamente interditado entre a Rua Padre Francisco Pinto e a Avenida 13 de Maio, tornando o espaço livre para os frequentadores das atividades, que se desenvolvem na Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e arredores.

O evento é aberto às 7h, com a Ciclofaixa de Lazer da Prefeitura de Fortaleza, cujo trajeto passará pelo trecho interditado. No palco montado na Av. da Universidade, o público pode participar, às 8h, de um aulão de zumba e conferir, a partir das 8h50min, shows de estudantes do Curso de Música da Rede Cuca, voz e violão com Stepherson Queiroz e Matheus Marçal, banda Summer Leaves, grupo de cantigas infantis Cai Cai Balão e grupo Compasso, com MPB e bossa nova.

Brincadeiras e circo nos jardins

A manhã será movimentada nos jardins da sede administrativa da UFC, ocupados por atividades para toda a família. Sucesso de público, o projeto Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes), fica estacionado das 8h às 12h com seu acervo de brinquedos e jogos à disposição das crianças. Também durante a manhã, ocupam o local o espaço científico da Seara da Ciência, a Feirinha de Orquídeas e Cactáceos do Orquidário da UFC, a Feira de Antiguidades e o projeto Palco Aberto, com atrações circenses. Ainda pela manhã, o Auditório da Reitoria sediará a mostra audiovisual do Dia Internacional da Animação, com curadoria da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA). Das 9h às 12h, serão exibidas animações de realizadores cearenses que integraram a mostra oficial do evento em 2017.

Games e solidariedade

Dentro da programação do Corredor, a União Cearense de Gamers (UCG) promove no domingo, de 9h às 14h, o VI Natal Gamer Solidário. As atividades do evento se desenvolvem na Casa Amarela Eusélio Oliveira (Av. da Universidade, 2951 – Benfica) e incluem arenas de jogos de futebol, luta, dança, retrô e analógicos (jogos de tabuleiro). Também serão realizados campeonatos, palestras e sorteios de brindes. A participação se dará mediante a doação de 1 kg de alimento não-perecível, tendo como destinatário da arrecadação o Lar da Criança Domingos Sávio, no Vila União.

Visitas guiadas, oficinas e serviços

As visitas guiadas continuam sendo uma opção da programação para curte arte e história. Às 8h, ocorre no Passeio Público a concentração para a Ciclofaixa Cultural, passeio ciclístico conduzido pela Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor), dedicado nesta edição às esculturas da exposição Cow Parade (com paradas explicativas em 12 das vaquinhas expostas pela cidade). Às 9h30min, ocorre a visita ao Museu de Arte da UFC (MAUC), com o suporte dos museólogos da instituição. Às 9h e às 11h30min, o Memorial da UFC guia os visitantes por um percurso ao interior do prédio histórico da Reitoria. Está programada ainda a oferta das oficinas “Primeiros Socorros”, de 9h às 10h30min; “Circo” (9h às 12h) e “Plantio de Condimentos” (10h às 11h), todas nos jardins da Reitoria. A área de estacionamento entre a Rádio Universitária e o MAUC abrigará, às 9h, a oficina “Bordado Livre” e, às 14h, cortejo de tambor de crioula com o grupo Papo de Tambor (Cuca Mondubim).

Além das atrações, o público pode aproveitar o Corredor Cultural para acessar diversos serviços da Prefeitura de Fortaleza e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza – Etufor (como os cadastros de bilhete único, carteira de estudante, passe livre e cartão de estacionamento para idosos). Quem gosta de jardinagem ainda tem como levar para casa mudas de plantas nativas, distribuídas gratuitamente pela Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Black music cearense e rock híbrido paraibano

Quem estiver pelo Corredor à tarde, tem compromisso às 14h em frente ao Gentilândia Bar. No local, ocorre o ensaio aberto do bloco de carnaval Hospício Cultural, que sairá em cortejo para continuar sua batucada às 17h na Concha Acústica da UFC. Reunindo ex-integrantes do saudoso bloco Sanatório Geral a novos músicos, o Hospício Cultural foi criado com a proposta de ocupar no coração dos fortalezenses a lacuna deixada pelo Sanatório, que encerrou as atividades em 2016 e era conhecido por encher a Praça da Gentilândia de foliões fantasiados. Atualmente, o Hospício Cultural integra a programação oficial do Carnaval de Fortaleza e traz um repertório plural e animado, assim como seu antecessor.

Às 18h, o Grupo de Dança Popular Oré Anacã transporta o público para a Amazônia com o espetáculo “Parintins em Festa”, fruto de 10 anos de pesquisa e quatro viagens de imersão do coordenador Prof. Marcos Campos (Instituto de Educação Física e Esportes da UFC) e de sua equipe. Com 14 coreografias que misturam danças, lendas e rituais amazônicos, os artistas recriam a disputa entre os bois Caprichoso e Garantido, inspirada no Festival de Parintins, que dura três dias e recebe mais de 100 mil pessoas na cidade amazonense mesmo nome.

Às 19h, é a vez do grupo de dança NewFunk, que reúne moradores do bairro Demócrito Rocha, com faixa etária entre 30 e 50 anos, que ensaiam passos do funk melódico que marcou os anos de 1980 e 1990.

Quem ocupa o horário das 19h20min é a atriz e cantora Luiza Nobel, com seu espetáculo “Baile Preto”. Além de canções consagradas da identidade negra no Brasil – como “A Carne”, de Elza Soares, e “Olhos Coloridos”, de Sandra de Sá – a artista também performa músicas autorais inéditas, fruto da pesquisa e da vivência rítmicas que experimentou ao formatar o show. Com um repertório de percussão marcada e ritmo suingado, a artista passa pelo samba, blues, maculelê (dança folclórica afro-brasileira), funk e soul, contando um pouco da história da música brasileira negra.

A despedida do Corredor Cultural deste ano encerra-se com o show da banda paraibana Seu Pereira e Coletivo 401. Formada por Jonathas Pereira Falcão (vocal e guitarra), Chico Correa (guitarra), Thiago Sombra (baixo), Victor Rama (bateria), Felipe Gomes (trompete e teclado) e Daniel Lima (trombone), a banda traz como principais influências o iê-iê-iê de Roberto e Erasmo Carlos durante a Jovem Guarda, o “rock rural” de Raul Seixas, a psicodelia nordestina de Zé Ramalho e o brega etílico de Reginaldo Rossi. No show, os músicos adiantam a presença de faixas do disco de estreia, “Seu Pereira e Coletivo 401” (2013) e do mais recente álbum, “Eu Não Sou Boa Influência pra Você” (2017).

O criativo nome do grupo une o apelido do vocalista ao número de uma linha de ônibus de João Pessoa que todos os integrantes costumavam pegar cotidianamente. Já tocaram em palcos Brasil afora, como Festival Brasileiro de Ritmos Rasgadinho (SE), Festival de Inverno de Garanhuns (PE), Virada Cultural (SP) e WebFestValda (RJ), além de terem se apresentado além-mar, com performances em países da África e da Europa. A banda sobe ao palco da Concha Acústica às 20h.

A programação em detalhes pode ser acessada aqui em nosso no site e na fanpage do evento no Facebook.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede); com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, da Prefeitura Municipal de Fortaleza, da Coordenadoria Especial de Políticas de Juventude, da Secretaria Executiva Regional IV, da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, da Secretaria Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Governo, do projeto Bom de Fortaleza, da Ciclofaixa Cultural e da Rede Cuca; parceria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), do Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Secretaria de Cultura da UFC (SecultArte), do Museu de Arte da UFC (Mauc) e do Memorial da UFC; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Serviço:

Corredor Cultural Benfica 2018 – 4ª Edição

Data: 09 de dezembro de 2018 (domingo), das 7h às 21h

Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica)

Grátis

Corredor Cultural Benfica traz artistas da UFC, bloco Damas Cortejam e show de Silvero Pereira

Depois de recarregar as energias no feriadão, a comunidade acadêmica da Universidade Federal do Ceará e a população de Fortaleza já podem anotar na agenda: no final de semana seguinte, retorna o Corredor Cultural Benfica em sua terceira edição de 2018. No dia 11 de novembro, domingo, o evento promove rica programação, composta de apresentações musicais e de dança, mostra de cinema, atrações infantis, oficinas, visitas guiadas, feirinhas de artesanato e gastronomia, palco alternativo universitário e serviços para o cidadão. Todas as atividades são gratuitas, abertas ao público e terão como espaço a Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e arredores.

A organização do evento chama a atenção para o fato de a data do evento coincidir com o segundo domingo de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Como haverá interdição do trânsito entre a Rua Padre Francisco Pinto e a Avenida 13 de Maio, tornando o espaço livre para os frequentadores das atividades, as linhas de ônibus que passam pela Avenida da Universidade serão desviadas por agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania de Fortaleza (AMC). Para evitar contratempos, orienta-se que os inscritos no exame saiam de casa com antecedência, lembrando sempre que os portões dos locais de prova em Fortaleza fecharão às 12h do horário local, 13h no horário de Brasília.

Será repetida a parceria com a Ciclofaixa de Lazer da Prefeitura de Fortaleza, que terá o trajeto alterado para passar pelo evento a partir das 7h. No palco montado na Avenida da Universidade, o público pode conferir, a partir das 8h, aulões de ritmos e de zumba, apresentações do Quarteto de Cordas Flausino Valle, do projeto de extensão em dança Educadance e o cortejo do Maracatu Nação Pici.

Os jardins da Reitoria da UFC e a Av. da Universidade serão ocupados por atrações para toda a família. Um dos espaços mais disputados, o Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes), fica estacionado das 8h às 12h para receber crianças e pais com um variado acerco de jogos e brinquedos. Ainda durante a manhã, ocorrem feiras de antiguidades, artesanatos, orquídeas e cactáceos, além do Mercado Criativo da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), com mais de 50 expositores.

No Auditório da Reitoria, de 9h às 12h, serão exibidos filmes de realizadores selecionados para o FOR RAINBOW – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual, que ocorre em Fortaleza de 21 a 27 de novembro. Serão ofertadas ainda, durante a manhã, oficinas de Confecção de Brinquedos Populares e Sustentáveis (8 às 12), Circo (10h às 12h), Cultivo de Suculentas (10h às 11h), Bordado Livre (9h às 12h) e Isogravura e Colagem para Crianças (10h às 12h). As três primeiras ocorrem nos jardins da Reitoria, enquanto as duas últimas serão no Museu de Arte da UFC (Av. da Universidade, 2854 – Benfica).

O público pode aproveitar também o Corredor Cultural para participar de visitas guiadas à Reitoria e ao Museu da UFC (marcadas para as 9h e as 9h30min, respectivamente), além de acessar diversos serviços da Prefeitura de Fortaleza e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza – Etufor (como os cadastros de bilhete único, carteira de estudante, passe livre e cartão de estacionamento para idosos). Quem gosta de jardinagem ainda tem como levar para casa mudas de plantas nativas, distribuídas gratuitamente pela Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Tambor, carnaval e performance

A tarde será animada, das 15h às 17h, por bandas universitárias no palco alternativo Red Bull Music Breaktime Sessions. O espaço, como na edição anterior, será montado no estacionamento da Rádio Universitária (Av. da Universidade, 2910 – Benfica) e receberá grupos de diferentes estilos musicais, selecionados por meio de chamada pública.

A programação na Concha Acústica da Reitoria começa às 17h, com a batida do grupo Papo de Tambor, que vivencia a tradição cultural do tambor de crioula e reúne-se quinzenalmente no CUCA Mondubim. Na formação, estão educadores sociais, artistas e jovens da periferia, em um resgate autêntico e também formativo da expressão corporal, do canto e da dança afro. Eles já se apresentaram em eventos e espaços como Virada Cultural da Rede Cuca, Festival Cidade da Gente, Teatro Carlos Câmara e fizeram uma animada roda de tambor na edição passada do Corredor Cultural do Benfica.

A partir das 18h, o Grupo de Música Percussiva Acadêmicos da Casa Caiada, projeto artístico do Curso de Música da UFC em Fortaleza, apresenta seu quarto espetáculo cênico-percussivo, intitulado “Que ‘caboclo’ são vocês?”. Sob coordenação da Profª Catherine Furtado e inspirados na missão de pesquisas folclóricas realizada nos anos 1930 por Mário de Andrade, os 25 integrantes do Casa Caiada homenageiam ritmos nordestinos, como caboclinho, maracatu, boi-bumbá e coco, assim como folguedos, loas e expressões da fé popular. O grupo já é presença conhecida no desfile da Av. Domingo Olímpio durante o Carnaval de Fortaleza.

Em seguida, apresenta-se o grupo de dança NewFunk, formado por moradores do bairro Demócrito Rocha. Com faixa etária entre 30 e 50 anos, eles ensaiam passos do funk melódico que marcou os anos de 1980 e 1990.

Às sete em ponto, sobe ao palco a banda feminista e bloco de carnaval Damas Cortejam. Idealizado por mulheres e de formação exclusivamente feminina, traz em seu repertório músicas que provocam e questionam o lugar das mulheres na sociedade, especialmente nos campos da arte e da cultura. As canções escolhidas são de intérpretes e compositoras mulheres ou trazem nomes, traços e histórias femininas. As garotas da banda prometem um show de estilos musicais diversos, como MPB, xote, frevo, samba, rock, funk e axé, todos adaptados para versões percussivas.

Fechando a noite na Concha, às 20h, o público conhecerá as múltiplas personas de Silvero Pereira: Gisele Almodóvar, “Nonato, motorista da novela”, Elis Miranda, Pabllo, Gal e Freddie. Uma das maiores revelações nacionais de 2017, o multi-artista volta à terra natal para apresentar o espetáculo que celebra sua passagem pelo quadro Show dos Famosos do Domingão do Faustão, na Rede Globo, e a mescla a trabalhos de prestígio ao longo de sua carreira nos palcos.

Neste SILVERSHOW, o ator encarna diferentes personagens e mostra um casamento afinado entre atuação e performance musical. Com direção dele próprio, produção de Luana Caiube e direção musical de Caio Castelo, Silvero interpreta grandes nomes da música como Freddie Mercury, Steven Tyler, Cher, Edith Piaf, Gal Costa, Wesley Safadão e Pabllo Vittar, dentre outros.

Silvero Pereira nasceu em 1982 no município de Mombaça (CE), formou-se em Artes Cênicas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e, nos últimos anos, através do coletivo As Travestidas, produziu diversos shows musicais, tais como Yes, Nós Temos Banana (2010), Três Travestis (2016), Androginismo (2016) e Levianas (2017). No Carnaval de Fortaleza, esteve à frente por várias edições do Bloco das Travestidas, composto por ele e por outros integrantes de seu coletivo artístico. Em 2017, estreou nacionalmente na novela A Força do Querer, assinada por Glória Perez na Rede Globo.

A programação em detalhes pode ser acessada aqui em nosso site, na seção Corredor Cultural Benfica > Programação, e em nossa fanpage no Facebook. A quarta edição do evento em 2018 está prevista para o dia 9 de dezembro.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede); com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, da Prefeitura Municipal de Fortaleza, da Coordenadoria Especial de Políticas de Juventude, da Secretaria Executiva Regional IV, da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, da Secretaria Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Governo, do projeto Bom de Fortaleza, da Ciclofaixa Cultural e da Rede Cuca; parceria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), do Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, da Secretaria de Cultura da UFC (SecultArte), do Museu de Arte da UFC (Mauc) e do Memorial da UFC; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Serviço:
Corredor Cultural Benfica 2018 – 3ª Edição
Data: 11 de novembro de 2018 (domingo), das 7h às 21h
Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica)
Grátis.

Divulgadas bandas selecionadas para palco alternativo da Red Bull no Corredor Cultural

Acabou o suspense: a produção do Corredor Cultural Benfica torna públicos os grupos selecionados na chamada pública para compor a programação do novo espaço do evento, o palco Red Bull Music BreakTime Sessions. Inscreveram-se mais de 30 artistas e bandas, dentre as quais foram escolhidas as quatro a seguir, por ordem de classificação:

1) Quinteto 30 Cordas;

2) Garotos da Capital;

3) Gravatas Borboletas;

4) Jangada Pirata.

Os critérios de seleção levaram em consideração a consonância do material enviado pelos músicos com a proposta do evento e do espaço, a diversidade musical de ritmos, a qualidade artístico-cultural da proposta e a adequação técnica da apresentação à estrutura cedida pela Red Bull ao evento.

Os grupos selecionados devem, impreterivelmente, cadastrar-se no site da Red Bull Music Breaktime Sessions , para formalizar a participação.

Caso alguma das bandas selecionadas desista de se apresentar, possua algum impedimento legal que inviabilize a apresentação ou esteja incomunicável e inacessível ao contato da produção após a divulgação do resultado, ocupará a referida vaga a proposta seguinte na ordem de classificação final definida pela comissão de análise. A produção do Corredor Cultural Benfica entrará em contato com os selecionados por meio dos telefones e e-mails informados no formulário de inscrição para a chamada pública.

A programação completa do evento, que é gratuita e aberta ao público, vem sendo divulgada aqui no site e em nossas contas no Instagram e no Facebook. Estão previstas mais duas edições mensais, a serem realizadas em novembro e dezembro.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

 

Serviço:

Corredor Cultural Benfica 2018 – 2ª Edição

Data: 14 de outubro de 2018 (domingo), das 8h às 21h

Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica)

Facebook | Instagram

Grátis

Segundo domingo de Corredor Cultural traz dança, esporte, bandas autorais e forró das antigas

Após o sucesso de sua edição de retorno, que levou ao bairro mais de 2 mil pessoas na programação diurna e 6 mil espectadores nos shows noturnos, o projeto Corredor Cultural Benfica realiza a segunda edição de 2018 no dia 14 de outubro, domingo. Mais uma vez, haverá interdição do trânsito entre a Rua Padre Francisco Pinto e a Avenida 13 de Maio, tornando o espaço livre para os frequentadores das atividades, que se desenvolvem na Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e arredores.

Pela manhã, o movimento começa às 7h com a Ciclofaixa de Lazer da Prefeitura de Fortaleza, que terá o trajeto alterado para passar pelo evento. No palco montado na Avenida da Universidade, o público pode participar, às 8h, de um aulão de ritmos com coreografias de estilos variados. Em seguida, apresenta-se o Grupo de Violoncelos da UFC, projeto vinculado ao curso de Música da Universidade e dedicado à prática e difusão desse instrumento de câmara. Às 9h, o palco é ocupado pelo Coletivo de Danças Urbanas (CDU), grupo vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes) da Instituição que explora estilos de dança ligados a movimentos urbanos, como o hip hop, o street jazz e o L.A. style.

Às 10h, é a vez da música instrumental, com o grupo de flautas Sons Transversais, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Na sequência, o fole toma de conta com apresentação de Vanim e Nicinha, o “casal do acordeon”. Encerrando a manhã com muito samba, o grupo Batikum de Skina é o último a se apresentar no palco da Av. da Universidade.

Cinema periférico e palco alternativo

Ainda pela manhã, o Auditório da Reitoria recebe novamente o espaço dedicado aos amantes do audiovisual. Das 9h às 12h, é realizada no local a I Mostra do Cinema Possível e Urgente, focada no trabalho de documentaristas independentes de áreas periféricas de Fortaleza e de municípios da Região Metropolitana. Prezando pelo diálogo entre estética e política, o momento oferece ainda a oportunidade de público e realizadores debaterem sobre as obras exibidas e questões transversais a elas.

A tarde será ocupada por mais música nesta segunda edição, com o lançamento de uma novidade: o palco Red Bull Music BreakTime Sessions. De 13h às 16h, bandas universitárias se apresentarão no espaço da parceria, a ser montado no estacionamento do Museu de Arte da UFC (Av. da Universidade, 2854 – Benfica). Os grupos selecionados serão divulgados em breve aqui em nosso site.

No “quintal” da Reitoria

Os jardins da sede administrativa da UFC serão ocupados por atividades para toda a família. Sucesso de público, o projeto Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes), fica estacionado das 8h às 12h no local com seu acervo de brinquedos e jogos à disposição das crianças. No mesmo horário, serão organizados piqueniques especiais por ocasião do Dia das Crianças, comemorado dia 12. De 8h30min às 12h, o espaço da Seara da Ciência usa experimentos para mostrar um pouco de ciência aplicada ao cotidiano. Às 9h, ocorrem paralelamente um aulão do ritmo latino zumba e uma série de jogos e brincadeiras populares, conduzida pela equipe da Rede Cuca. A partir das 10h, o público pode escolher entre prestigiar a arte circense do projeto Palco Aberto, um aulão de capoeira e uma oficina de Arte Naïf, promovida pela equipe do Memorial da UFC.

Visitas guiadas e oficinas

Os interessados em história, cultura e arte podem participar de três visitas guiadas durante o evento. Às 8h, ocorre na Av. da Universidade a concentração para a Ciclofaixa Cultural, passeio ciclístico conduzido pela Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor) pelos principais equipamentos culturais do eixo Benfica-Centro. Também às 8h, um grupo conhecerá as instalações e a história da Reitoria da UFC com o suporte dos guias do Memorial da UFC (a concentração será no espaço de convivência do prédio). Às 9h30min e às 13h, é a vez dos que quiserem conhecer melhor o acervo do Museu de Arte da UFC (MAUC), onde também acontecerá, às 10h, oficina de isogravura (técnica de xilogravura com isopor) para crianças.

A área de estacionamento entre a Rádio Universitária e o MAUC abrigará, às 9h, a oficina de bordado livre e, às 16h, cortejo de tambor de crioula com o grupo Papo de Tambor.

Serviços para o cidadão

Além de visitar feirinha com mais de 50 expositores de artigos que vão de moda a antiguidades, o público pode aproveitar o Corredor Cultural para acessar diversos serviços da Prefeitura de Fortaleza e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza – Etufor (como os cadastros de bilhete único, carteira de estudante, passe livre e cartão de estacionamento para idosos). Quem gosta de jardinagem ainda tem como levar para casa mudas de plantas nativas, distribuídas gratuitamente pela Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Da música clássica ao forró

Fiel à diversidade de ritmos, o Corredor Cultural Benfica abre a programação de shows na Concha Acústica, às 17h, com a Orquestra Sinfônica da UFC (OSUFC), que tem em sua formação alunos de graduação, pós-graduação e extensão da Universidade, além de professores. Todos dedicados à música instrumental, de repertório erudito e popular. A segunda atração, às 17h50min, é a banda Musif, projeto de extensão do IFCE que reúne alunos e ex-alunos de cursos técnicos da Instituição. Sob coordenação do Prof. Elder Alves, o grupo já está há dois anos presente nos palcos, incentivando a cultura musical nos jovens.

Às 18h20min, é a vez do grupo de dança NewFunk, que teve excelente recepção na edição anterior do evento. De formação masculina, o grupo reúne moradores do bairro Demócrito Rocha, com faixa etária entre 30 e 50 anos, que ensaiam passos do funk melódico que marcou os anos de 1980 e 1990.

A penúltima atração é a banda Ghetto Roots, surgida na comunidade do Dendê, em Fortaleza. Misturando rap com reggae e com influências que perpassam o jaz, o blues e o R&B, o quarteto usa a voz e um flow autoral para difundir a arte na periferia e está lançando seu novo single durante o Corredor Cultural Benfica.

O encerramento da noite fica por conta de um dos nomes mais queridos do forró cearense, a cantora Kátia Cilene. Ex-vocalista da banda Mastruz com Leite, à frente da qual gravou mais de 40 álbuns, a artista deu voz a hinos como “Meu vaqueiro, meu peão”, “Noite fria”, “A praia” e “Anjo da guarda”, que embalaram amores e fizeram parte de muitas playlists forrozeiras.

Em carreira solo há dois anos, a cantora vem inovando com trabalhos autorais e incursões pelo sertanejo e pelo samba. Mas os saudosistas não se preocupem, que ela promete intercalar os sucessos mais recentes – como os do álbum “Simplesmente Kátia Cilene” (2016) – com os clássicos que os fãs sabem cantar de cor.

A programação vem sendo divulgada aqui em nosso site e na fanpage do evento no Facebook. Estão previstas mais duas edições mensais, a serem realizadas em novembro e dezembro.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Serviço:

Corredor Cultural Benfica 2018 – 2ª Edição

Data: 14 de outubro de 2018 (domingo), das 7h às 21h

Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica)

Grátis

Corredor Cultural e Red Bull abrem chamada pública para programação de palco alternativo

O Corredor Cultural Benfica, em parceria com a Red Bull, lança chamada pública para bandas interessadas em compor a programação de um dos novos espaços do evento, o palco Red Bull Music BreakTime Sessions. A próxima edição do projeto deve ocorrer no dia 14 de outubro, domingo, e o palco alternativo receberá apresentações musicais no turno da tarde (das 13h às 16h), antes do início dos shows na Concha Acústica da Reitoria.

Para participar, é preciso que os grupos ou bandas tenham pelo menos um membro que integre a comunidade acadêmica da UFC – sendo este maior de 18 anos e cujo vínculo regular seja comprovado por meio de número de matrícula ou SIAPE. As inscrições podem ser feitas até as 17h de quarta-feira, 3 de outubro, exclusivamente por formulário online. A documentação necessária inclui links para acesso de material sonoro e audiovisual; RG, CPF e comprovante de vínculo do proponente, e ficha técnica com os dados dos membros da banda.

Na seleção dos inscritos, serão levados em consideração critérios como qualidade técnica e organização do material enviado, diversidade de ritmos musicais e comprovação do vínculo de pelo menos um integrante com a UFC. Os proponentes selecionados serão convocados por e-mail e telefone, de acordo com os dados fornecidos no formulário de inscrição, para confirmação do interesse de participação e fechamento do cronograma. Caso a produção não consiga entrar em contato com os selecionados ou haja alguma desistência, serão convocados os demais por ordem de classificação.

A relação de grupos selecionados será divulgada aqui no site e em nossas redes sociais no dia 05 de outubro de 2018. Não serão oferecidos transporte, hospedagem, alimentação ou custeios de quaisquer outras despesas além do apoio institucional previsto no regulamento, que pode ser acessado na íntegra aqui.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

 

Serviço:

Corredor Cultural Benfica 2018 – 2ª Edição

14 de outubro, das 7h às 21h

Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica)

Grátis

Visitas guiadas do Corredor incluem equipamentos históricos e culturais do eixo Benfica-Centro

O público presente à primeira edição do Corredor Cultural Benfica 2018, dia 16 de setembro, terá a oportunidade de fazer diversas visitas guiadas a espaços históricos e equipamentos culturais. Para participar, basta comparecer às concentrações pouco antes do horário previsto para o percurso.

Às 8h, os ciclistas que pedalam pela cidade aos domingos poderão dar uma pausa na Ciclofaixa de Lazer para ter a experiência da Ciclofaixa Cultural. Realizada com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), a visita consiste em um passeio ciclístico guiado pelos principais pontos históricos e culturais do eixo Benfica-Centro, passando por equipamentos da Universidade Federal do Ceará, da Prefeitura de Fortaleza e do Governo do Estado.

Já os interessados em conhecer as instalações físicas e a história do prédio que abriga a Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) podem participar da visitação orientada pelo Memorial da Instituição. A concentração do grupo, que contará com o suporte da equipe de historiadores do setor, será às 8h e às 10h nos jardins da Reitoria.

Às 10h30min e às 14h, sairão duas visitas guiadas pelas salas permanentes do Museu de Arte da UFC (Av. da Universidade, 2854 – Benfica), conhecendo os acervos de arte popular, moderna e estrangeira que fazem parte do patrimônio do MAUC, com o suporte de guias e museólogos do equipamento. A concentração ocorrerá no estacionamento do museu, minutos antes do horário previsto para as visitas.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

 

Cidadãos podem aproveitar domingo no Corredor Cultural para compras e obtenção de serviços

Mais uma vez, as feirinhas são destaque no Corredor Cultural Benfica. Efervescente como o bairro, a programação da primeira edição, 16 de setembro, oferecerá ao público a chance de conferir e adquirir itens como vestuário, acessórios, decoração, trabalhos de design, brinquedos, artesanato, discos de vinil, quadrinhos, lanches e guloseimas.

A partir das 8h, estará aberta no estacionamento do Museu de Arte da UFC – MAUC (Av. da Universidade, 2854) a praça de alimentação do evento, com a presença de empreendedores locais com opções gastronômicas variadas. Das 8h às 12h, serão realizadas na Av. da Universidade as feiras Bazar Aberto e Espaço Mercado Criativo, esta última com curadoria da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor), onde cerca de 50 marcas estarão com estandes e produtos em exposição (muitas delas trabalhando com pagamento via cartão de crédito).

Além das compras, a população terá como atrativo no evento a prestação de variado leque de serviços. Das 8h30min às 12h, serão disponibilizados cadastros diversos junto à Prefeitura Municipal de Fortaleza, tais como cartões de estacionamento e passe livre para idosos e pessoas com deficiência; Bilhete Único; Carteira de Estudante 2018 e sistemas de compartilhamento de transporte, a exemplo do Bicicletar.

No estande da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, será possível aferir pressão arterial e glicemia com profissionais de saúde, além de levar para casa mudas de plantas nativas, distribuídas gratuitamente.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Oficinas de bordado, isogravura e arte naïf serão ofertadas na reestreia do Corredor Benfica

A proposta formativa das edições anteriores continua sendo um dos compromissos do Corredor Cultural Benfica em sua reestreia, prevista para dia 16 de setembro. Serão ofertadas três oficinas neste domingo: “Bordado Livre”, “Isogravura e Colagem” e “Arte Naïf”. A primeira será realizada às 9h no estacionamento da Rádio Universitária FM (Av. da Universidade, 2910 – Benfica) e é aberta a interessados na arte do bordado, independente do grau de conhecimento técnico.

10As duas outras oficinas são ofertadas por equipes do Memorial da UFC e do Museu de Arte da UFC – MAUC nas dependências deste equipamento (Avenida da Universidade, 2854 – Benfica). A de “Isogravura e Colagem” dedica-se à técnica que consiste na obtenção de xilogravuras com matrizes de isopor no lugar das tradicionais de madeira. Também se baseia nos princípios de claro/escuro e no relevo das peças para obtenção das imagens.

Já a de “Arte Naïf” concentra-se no estilo de pintura derivado do termo francês “naïve”, que significa inocente ou ingênuo. Refere-se a pinturas de expressão tipicamente regional, distante dos cânones acadêmicos da arte. Em geral, traz representações figurativas que não seguem proporções anatômicas, com intenso uso de cores e com a marca ímpar de cada artista. Além do momento de criação artística, os participantes da oficina conhecerão artistas cearenses que se enquadram no estilo e possuem obras no acervo permanente do MAUC.

Todas as oficinas são gratuitas e terão as vagas disponíveis preenchidas pelos interessados por ordem de chegada, bastando comparecer pouco antes da realização no local e horário previsto. Não é necessário levar nenhum material, já que os recursos serão fornecidos pela produção do evento.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Documentário e filme sobre Padre Cícero serão exibidos em espaço audiovisual do Corredor Cultural

Bairro já conhecido por reunir cineclubes e oferta de cursos sobre a sétima arte, o Benfica conta com momentos destinados à apreciação e discussão de obras audiovisuais nesta primeira edição 2018 do Corredor Cultural. O Auditório da Reitoria recebe, no domingo (16), o espaço de cinema do evento, onde será exibido às 10h30min o documentário “Padre Cícero – O Filme” (2018), dirigido pelo escritor e cineasta Raymundo Netto.

A obra, lançada em julho com livro homônimo, acompanha os bastidores de produção do controverso filme “Padre Cícero – Os Milagres de Juazeiro” (1976), de Hélder Martins de Moraes, primeiro longa-metragem colorido produzido no Ceará. Entrevistas com atores e figurantes, análise de registros da época e pesquisa historiográfica motivaram o escritor a explorar o percurso de produção da película. Em seguida, haverá debate com o realizador Raymundo Netto, que falará sobre o trabalho que culminou em filme e livro, lançados neste ano pela Fundação Demócrito Rocha.

À tarde, às 14h, quem quiser conferir a obra que serviu como matéria-prima para o documentário poderá assisti-lo em uma segunda sessão de cinema. A cinebiografia retrata a vida e a obra religiosa do padre Cícero Romão Batista, abordando sua trajetória enquanto personagem influente na política e na religião nordestinas, que o levou a ser seguido e adorado como santo até os dias atuais. Com orçamento alto para a época e elenco de peso – nomes como José Lewgoy, Dirce Migliaccio e Ana Miranda foram contratados –, o filme não obteve boa recepção e acabou obscurecido na história do audiovisual cearense.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Teatro, circo e programação infantil marcam estreia do Corredor Cultural Benfica em 2018

Conhecida pela multiplicidade de linguagens, a programação do Corredor Cultural Benfica contempla em sua primeira edição de 2018, dia 16 de setembro, as artes cênicas e circenses. Logo pela manhã, às 11h45min, o palco montado na Avenida da Universidade recebe o Grupo de Teatro Científico da Seara da Ciência da UFC. Premiado nacionalmente, o projeto apresenta a esquete “Deus e Darwin na Terra do Céu”. A peça é uma conversa conflituosa entre Deus e o evolucionista britânico quando este chega ao plano astral, perpassando temas como religião, eventos científicos, filosofia e história, com uma linguagem sarcástica e cômica.

Alguns dos espaços mais frequentados pelas famílias e crianças nas edições do ano passado continuam presentes na programação deste ano. Um deles é o projeto de extensão Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes) da UFC, que funcionará de 8h às 12h nos jardins da Reitoria (Av. da Universidade, 2853 – Benfica). O equipamento oferece um “arsenal” de brinquedos e jogos para diversas faixas etárias, sala de cinema e parque com brinquedos infláveis, pula-pulas e jogos de tabuleiro, tudo com o apoio dos monitores do curso de Educação Física da Instituição.

10Das 9h às 14h, o Benfica ganha uma pequena “filial” da Seara da Ciência, projeto de extensão da UFC dedicado à divulgação científica. O espaço poderá ser visitado pelo público, que terá à disposição alguns dos experimentos interativos que compõem o salão de exposições do projeto, localizado no Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra.

Também tem espetáculo no picadeiro do projeto Palco Aberto, que continua fazendo parte do Corredor Cultural. O grupo traz, de 10h às 12h nos jardins da Reitoria, uma sucessão de apresentação de artistas circenses como malabaristas, acrobatas e palhaços.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), da Secretaria Municipal de Cultura (Secultfor), da Secretaria Municipal de Governo (SEGOV) e da Secretaria Executiva Regional IV; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.