Corredor Cultural fecha 2018 com ensaio aberto de carnaval e shows de Luiza Nobel e Seu Pereira e Coletivo 401 (PB)

Em sua última edição de 2018, o projeto Corredor Cultural Benfica já declara aberto o carnaval no bairro e encerra sua programação com shows de black music cearense e rock paraibano de múltiplas influências. O quarto domingo do evento será dia 9 de dezembro, trazendo mais vida ao fim de semana no bairro universitário e promovendo atrações gratuitas e abertas a pessoas de todas as idades, das 7 da manhã até as 21h.

O trânsito será novamente interditado entre a Rua Padre Francisco Pinto e a Avenida 13 de Maio, tornando o espaço livre para os frequentadores das atividades, que se desenvolvem na Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e arredores.

O evento é aberto às 7h, com a Ciclofaixa de Lazer da Prefeitura de Fortaleza, cujo trajeto passará pelo trecho interditado. No palco montado na Av. da Universidade, o público pode participar, às 8h, de um aulão de zumba e conferir, a partir das 8h50min, shows de estudantes do Curso de Música da Rede Cuca, voz e violão com Stepherson Queiroz e Matheus Marçal, banda Summer Leaves, grupo de cantigas infantis Cai Cai Balão e grupo Compasso, com MPB e bossa nova.

Brincadeiras e circo nos jardins

A manhã será movimentada nos jardins da sede administrativa da UFC, ocupados por atividades para toda a família. Sucesso de público, o projeto Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes), fica estacionado das 8h às 12h com seu acervo de brinquedos e jogos à disposição das crianças. Também durante a manhã, ocupam o local o espaço científico da Seara da Ciência, a Feirinha de Orquídeas e Cactáceos do Orquidário da UFC, a Feira de Antiguidades e o projeto Palco Aberto, com atrações circenses. Ainda pela manhã, o Auditório da Reitoria sediará a mostra audiovisual do Dia Internacional da Animação, com curadoria da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA). Das 9h às 12h, serão exibidas animações de realizadores cearenses que integraram a mostra oficial do evento em 2017.

Games e solidariedade

Dentro da programação do Corredor, a União Cearense de Gamers (UCG) promove no domingo, de 9h às 14h, o VI Natal Gamer Solidário. As atividades do evento se desenvolvem na Casa Amarela Eusélio Oliveira (Av. da Universidade, 2951 – Benfica) e incluem arenas de jogos de futebol, luta, dança, retrô e analógicos (jogos de tabuleiro). Também serão realizados campeonatos, palestras e sorteios de brindes. A participação se dará mediante a doação de 1 kg de alimento não-perecível, tendo como destinatário da arrecadação o Lar da Criança Domingos Sávio, no Vila União.

Visitas guiadas, oficinas e serviços

As visitas guiadas continuam sendo uma opção da programação para curte arte e história. Às 8h, ocorre no Passeio Público a concentração para a Ciclofaixa Cultural, passeio ciclístico conduzido pela Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor), dedicado nesta edição às esculturas da exposição Cow Parade (com paradas explicativas em 12 das vaquinhas expostas pela cidade). Às 9h30min, ocorre a visita ao Museu de Arte da UFC (MAUC), com o suporte dos museólogos da instituição. Às 9h e às 11h30min, o Memorial da UFC guia os visitantes por um percurso ao interior do prédio histórico da Reitoria. Está programada ainda a oferta das oficinas “Primeiros Socorros”, de 9h às 10h30min; “Circo” (9h às 12h) e “Plantio de Condimentos” (10h às 11h), todas nos jardins da Reitoria. A área de estacionamento entre a Rádio Universitária e o MAUC abrigará, às 9h, a oficina “Bordado Livre” e, às 14h, cortejo de tambor de crioula com o grupo Papo de Tambor (Cuca Mondubim).

Além das atrações, o público pode aproveitar o Corredor Cultural para acessar diversos serviços da Prefeitura de Fortaleza e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza – Etufor (como os cadastros de bilhete único, carteira de estudante, passe livre e cartão de estacionamento para idosos). Quem gosta de jardinagem ainda tem como levar para casa mudas de plantas nativas, distribuídas gratuitamente pela Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Black music cearense e rock híbrido paraibano

Quem estiver pelo Corredor à tarde, tem compromisso às 14h em frente ao Gentilândia Bar. No local, ocorre o ensaio aberto do bloco de carnaval Hospício Cultural, que sairá em cortejo para continuar sua batucada às 17h na Concha Acústica da UFC. Reunindo ex-integrantes do saudoso bloco Sanatório Geral a novos músicos, o Hospício Cultural foi criado com a proposta de ocupar no coração dos fortalezenses a lacuna deixada pelo Sanatório, que encerrou as atividades em 2016 e era conhecido por encher a Praça da Gentilândia de foliões fantasiados. Atualmente, o Hospício Cultural integra a programação oficial do Carnaval de Fortaleza e traz um repertório plural e animado, assim como seu antecessor.

Às 18h, o Grupo de Dança Popular Oré Anacã transporta o público para a Amazônia com o espetáculo “Parintins em Festa”, fruto de 10 anos de pesquisa e quatro viagens de imersão do coordenador Prof. Marcos Campos (Instituto de Educação Física e Esportes da UFC) e de sua equipe. Com 14 coreografias que misturam danças, lendas e rituais amazônicos, os artistas recriam a disputa entre os bois Caprichoso e Garantido, inspirada no Festival de Parintins, que dura três dias e recebe mais de 100 mil pessoas na cidade amazonense mesmo nome.

Às 19h, é a vez do grupo de dança NewFunk, que reúne moradores do bairro Demócrito Rocha, com faixa etária entre 30 e 50 anos, que ensaiam passos do funk melódico que marcou os anos de 1980 e 1990.

Quem ocupa o horário das 19h20min é a atriz e cantora Luiza Nobel, com seu espetáculo “Baile Preto”. Além de canções consagradas da identidade negra no Brasil – como “A Carne”, de Elza Soares, e “Olhos Coloridos”, de Sandra de Sá – a artista também performa músicas autorais inéditas, fruto da pesquisa e da vivência rítmicas que experimentou ao formatar o show. Com um repertório de percussão marcada e ritmo suingado, a artista passa pelo samba, blues, maculelê (dança folclórica afro-brasileira), funk e soul, contando um pouco da história da música brasileira negra.

A despedida do Corredor Cultural deste ano encerra-se com o show da banda paraibana Seu Pereira e Coletivo 401. Formada por Jonathas Pereira Falcão (vocal e guitarra), Chico Correa (guitarra), Thiago Sombra (baixo), Victor Rama (bateria), Felipe Gomes (trompete e teclado) e Daniel Lima (trombone), a banda traz como principais influências o iê-iê-iê de Roberto e Erasmo Carlos durante a Jovem Guarda, o “rock rural” de Raul Seixas, a psicodelia nordestina de Zé Ramalho e o brega etílico de Reginaldo Rossi. No show, os músicos adiantam a presença de faixas do disco de estreia, “Seu Pereira e Coletivo 401” (2013) e do mais recente álbum, “Eu Não Sou Boa Influência pra Você” (2017).

O criativo nome do grupo une o apelido do vocalista ao número de uma linha de ônibus de João Pessoa que todos os integrantes costumavam pegar cotidianamente. Já tocaram em palcos Brasil afora, como Festival Brasileiro de Ritmos Rasgadinho (SE), Festival de Inverno de Garanhuns (PE), Virada Cultural (SP) e WebFestValda (RJ), além de terem se apresentado além-mar, com performances em países da África e da Europa. A banda sobe ao palco da Concha Acústica às 20h.

A programação em detalhes pode ser acessada aqui em nosso no site e na fanpage do evento no Facebook.

O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Universidade Federal do Ceará e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede); com agradecimento à Enel; apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, da Prefeitura Municipal de Fortaleza, da Coordenadoria Especial de Políticas de Juventude, da Secretaria Executiva Regional IV, da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, da Secretaria Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Governo, do projeto Bom de Fortaleza, da Ciclofaixa Cultural e da Rede Cuca; parceria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), do Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Secretaria de Cultura da UFC (SecultArte), do Museu de Arte da UFC (Mauc) e do Memorial da UFC; e organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Serviço:

Corredor Cultural Benfica 2018 – 4ª Edição

Data: 09 de dezembro de 2018 (domingo), das 7h às 21h

Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica)

Grátis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *