Bloco de carnaval, rock autoral e lazer para as famílias animam 3º Corredor Cultural Benfica

Após o sucesso dos dois primeiros finais de semana, o Corredor Cultural Benfica promove sua terceira edição, dando espaço para novas atrações e parceiros. A programação, prevista para o final de semana dos dias 11 e 12 de novembro, segue marcada pela pluralidade de linguagens, pelo acesso gratuito e pelo objetivo de incentivar o fortalezense a ocupar o bairro universitário para vivenciar a cultura.

O evento abre as portas na manhã de sábado (11), a partir das 8h30min, com o projeto Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante. O ônibus, projeto de extensão do Instituto de Educação Física e Esportes da UFC, dispõe de um verdadeiro “arsenal” de brinquedos e jogos para diversas faixas etárias e salinha de cinema, onde os pequenos poderão assistir a desenhos infantis e sessões de contação de história com a Associação Carne Seca de Arte. Na área externa, as crianças encontrarão parquinho inflável, pula-pulas, jogos de tabuleiro e o apoio dos monitores do Curso de Educação Física da UFC. Instalado nos jardins da Reitoria (Av. da Universidade, 2853 – Benfica), o equipamento funcionará no sábado, das 8h30min às 11h30min, e no domingo, das 8h às 13h.

Shows

O fim tarde de sábado dá início à programação musical do Corredor Cultural Benfica com apresentação do grupo Miraira, às 17h, na Concha Acústica da Reitoria. Laboratório cênico-musical de ensino, pesquisa e extensão em folclore e cultura popular, é formado por estudantes e professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), além de membros da comunidade. Ao longo de 35 anos de história, seu trabalho transdisciplinar de resgate e difusão de elementos da cultura tradicional brasileira já ganhou os palcos em nove estados.

Às 17h30min, a atração será a banda Pulso de Marte, vencedora do II Festival de Música da Juventude de Fortaleza, cuja final ocorreu dia 21 de outubro, na última edição do Corredor Cultural Benfica. Com vocais femininos fortes e um mix de indie rock, MPB, pop rock, hard core e rock alternativo, o grupo já tocou em espaços como Órbita Bar e Berlinda Club, assim como em eventos como o Festival BNB Rock Cordel. Apresenta na Concha Acústica as músicas do seu primeiro CD, A Busca, dentre elas o single Gritando Paz. Em seguida, às 18h, será anunciado o resultado da premiação dos melhores trabalhos dos Encontros Universitários da UFC, realizados de 8 a 10 de novembro no Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra.

A atração seguinte será o Grupo de Música Percussiva Acadêmicos da Casa Caiada, projeto vinculado ao Curso de Música da UFC (Fortaleza). Coordenado pela Profª Catherine Furtado, o grupo proporciona aos seus mais de 20 integrantes uma formação musical colaborativa no campo da percussão. O grupo costuma representar a UFC no desfile oficial do Carnaval de Fortaleza e promete colocar o público para dançar com seus carimbos, baiões, maracatus e sambas-enredo.

Comemorando seu décimo ano, o bloco carnavalesco Luxo da Aldeia é o quarto show da noite. O grupo homenageia, em ritmo de marchinhas, frevos, sambas e maracatus, a identidade cearense com um repertório de talentos locais de todas as épocas, como Lauro Maia, Evaldo Gouveia, Petrúcio Maia, Ednardo, Fausto Nilo e Fagner. Ao longo de sua trajetória, o bloco já dividiu o palco com artistas como Fausto Nilo, Moraes Moreira, Chico César, Isaac Cândido, Marcus Dias e Messias Holanda, dentre outros. Atualmente, finaliza em estúdio o primeiro álbum da banda.

Presença confirmada no festival Lollapalooza Brasil 2018, a banda cearense Selvagens à Procura de Lei fecha a programação noturna do dia 11 com uma união perfeita entre rock e pop. Os músicos apresentam o show do álbum Praieiro (2016), que já percorreu 19 estados, na maioria deles com ingressos esgotados. Residentes em São Paulo desde o ano passado, prometem sacudir a Concha Acústica com a força do disco, que traz faixas como “Tarde Livre” (eleita a melhor música nacional de 2016 pela escolha do leitor da revista Rolling Stone Brasil) e a homônima Praieiro. O disco atual foi produzido por David “Marroquino” Corcos, que já trabalhou com Planet Hemp, Marcelo D2, Capital Inicial, Seu Jorge, Karol Conká e Franz Ferdinand. Com público fiel, a banda possui uma história de proximidade com a UFC, tendo feito parte da seletiva universitária do Festival UFC de Cultura em 2011.

Música pela manhã

Na manhã de domingo (12), a música continua com a Camerata de Violões do IFCE, que se apresenta às 9h30min no palco montado na Av. da Universidade. O grupo nasceu em 2009, com o objetivo de proporcionar uma prática musical coletiva por meio do instrumento violão. Possui repertório de concerto diversificado e é formado, majoritariamente, por alunos e ex-alunos do curso técnico em Instrumento Musical do campus do IFCE em Fortaleza. Às 10h30min, o mesmo palco recebe uma compilação de trabalhos artísticos apresentados na IV Mostra ICA, organizada pelo Instituto de Cultura e Arte da UFC e integrante dos Encontros Universitários da Instituição.

Às 11h, a atração é o grupo Palmerê, iniciativa da Cia. Bate Palmas, que trabalha com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e residentes no bairro Conjunto Palmeiras. Há quase uma década, o projeto vem formando crianças na área de percussão alternativa e convencional, tendo dois grupos de batuque infantil e uma banda musical de alunos veteranos. Além de composições da Cia. Bate Palmas e de grupos parceiros, entram no repertório canções conhecidas do grande público.

Dança de salão e ballet

Os amantes da dança terão que acordar cedo no domingo (12) para marcar presença em um aulão de dança de salão. A formação será ministrada às 8h, no palco principal montado na Av. da Universidade, pela Entre Abraços Escola de Dança.

Às 10h, o mesmo palco recebe a Escola de Ballet da UFC cpm apresentação de coreografias clássicas. Ligado ao Instituto de Educação Física e Esportes da UFC (Iefes), o grupo atende à demanda pela formação em balé para adultos, ofertando desde 2013 aulas gratuitas no Campus do Pici. A escola apresenta o espetáculo “Novelos”, cujo apanhado de coreografias clássicas aborda, com delicadeza e força, a luta pelos direitos das mulheres. As peças são trechos oriundos de obras como Dom Quixote, A Bela Adormecida e O Lago dos Cisnes.

 Esportes e artes marciais

Como nas duas edições anteriores, a Rua Paulino Nogueira será interditada para receber o espaço destinado à prática de jogos tradicionais e esportes de rua, como futebol e basquete. As atividades são abertas a todas as faixas etárias e contam com o suporte do Departamento de Educação Física do IFCE.

O IFCE marca presença ainda por meio de duas aulas abertas das modalidades de capoeira (9h) e muay thai (10h) nos jardins da Reitoria. A primeira prevê apresentação dos instrumentos utilizados na roda de capoeira e em um aulão com aquecimento, demonstração técnica e roda de capoeira. Não há restrição de idade. Já na de muay thai, está prevista uma apresentação da filosofia dessa arte marcial, além de demonstração técnica e noções básicas da luta. Ambas serão ministradas por equipes do IFCE.

Cinema em debate

Como nas duas edições anteriores, o Auditório da Reitoria segue como reduto audiovisual do evento. Na manhã de domingo (12), a partir das 9h30min, o espaço sediará o Cine Debate do Observatório de Políticas Públicas da UFC. Na ocasião, será exibido o documentário Defensorxs (2015, 86’) e haverá bate-papo com os realizadores da Nigéria Filmes.

Circo e sarau

As risadas estarão garantidas, a partir das 9h do domingo (12), com a trupe do projeto Palco Aberto, que terá como picadeiro os jardins da Reitoria. Até as 12h, mímicos e palhaços reunirão adultos e crianças para entretê-los com muito humor e artes circenses, como malabares, trapézio de chão e acrobacias. Também às 9h, em outra área dos jardins, a Associação Carne Seca de Arte promoverá um pocket show instrumental e o sarau lítero-musical Viva Palavra.

Espaço de formação

Quatro oficinas serão ofertadas na manhã de domingo (12): “Artesanato em Nó” (8h), “Bonecas de Pano” (9h30min), “Grafite” (9h30min) e “Quadrinhos” (8h30min). As três primeiras serão realizadas nos jardins da Reitoria, e a última, no Departamento de Arquitetura da UFC (Av. da Universidade, 2890 – Benfica). As inscrições poderão ser realizadas on-line, por meio de formulário eletrônico (http://corredorculturalbenfica.com/inscricoes) ou no horário e local das formações até o preenchimento das vagas disponíveis.

Feiras e exposições

Domingo é dia de feira! Durante a manhã do dia 12 de novembro, o Corredor Cultural Benfica promoverá quatro delas, com produtos para variados públicos. Na Av. da Universidade, enquanto os amantes dos livros poderão conferir expositores de diversas livrarias com exemplares novos e usados à venda, os designers, artistas plásticos e artesãos participarão do Mercado de Economia Criativa, com produtos autorais nas áreas de arte, moda e decoração. Completa o leque de atrações na via uma exposição de bicicletas personalizadas.

A Feira de Orquídeas, com comercialização de diferentes espécies dessa família de flores, perfumará novamente os jardins da Reitoria. Os corredores do prédio, por sua vez, serão ocupados pela Feira de Artefatos, com itens como rádios, discos, antiguidades e objetos colecionáveis em geral.

Ainda nos jardins, estará montada a exposição “UFC 60 Anos”, coleção de registros documentais e fotográficos da Universidade, organizados sob a curadoria do Memorial da UFC. O setor realizará, paralelamente, uma visita orientada à Reitoria, que prevê a observação de ambientes externos e internos com suporte de historiadores.

O projeto Corredor Cultural Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa de José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Rádio Universitária FM, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *